Enfermagem da Unifadra atua com o Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo


Em todo o Estado de São Paulo, os serviços de perícia de investigação de vínculo genético (DNA) e de Medicina Legal são ofertados somente no município de Dracena.
18/12/2017


A Faculdade Unifadra/Fundec de Dracena, em parceria com o IMESC (Instituto de Medicina Social e de Criminologia do Estado de São Paulo), assumiu a coleta de exames de DNA solicitados via judicial ou por conciliação da região. O curso de Enfermagem será responsável por todas as coletas de materiais genéticos, que serão realizadas semanalmente no CEDRAC (Centro Dracenense de Atendimento ao Cidadão). Segundo a coordenadora do curso de Enfermagem da Unifadra, profa. Dra. Lilian Carla Sossai Panício, os alunos participarão da coleta dos exames sob supervisão dos docentes previamente treinados. “Essa é mais uma área de atuação do enfermeiro, sendo esse trabalho fundamental para o aprendizado do aluno, com a finalidade de que ele desenvolva o procedimento da coleta com base no atendimento humanizado, na correta identificação dos envolvidos, no preparo excelente do ambiente e dos materiais e na eficiência quanto às técnicas de obtenção, acondicionando e encaminhamento do material biológico”, destacou Lilian. Além disso, o aluno desenvolverá competências necessárias para garantir a fidedignidade dos resultados e segurança do paciente e do profissional. A primeira coleta e o início dos trabalhos foram realizados no último dia 30 de novembro, e contou com a participação de representantes da Fundec/Unifadra, alunos, professores e da gestora do CEJUSC e do Posto Avançado do Tribunal de Justiça de Dracena Maria Dias Pereira de Medeiros. A gestora destacou que essa é uma das maiores ações de cidadania dentro do Judiciário. “A parceria com a Fundec/Unifadra é essencial para a prestação desse serviço para a população regional em busca da garantia da cidadania”, destacou Maria Dias. “Os procedimentos judiciais para coleta de material genético são bastantes rígidos e devemos seguir todos os protocolos e metodologia solicitadas pelo IMESC”, comentou Lilian. Por essa razão, os docentes e alunos do Curso de Enfermagem passaram por capacitação, a fim de tirar possíveis dúvidas e dar início aos atendimentos em conformidade com o trabalho desenvolvido na sede do Instituto de Medicina Social e Criminologia de São Paulo.


Compartilhe


(18)3821-9000

(18)3821-9004

OUVIDORIA